Studio Ghibli e "Sussuro do Coração"

Hoje, vou tirar o pó desse blog e falar um pouco sobre um dos melhores filmes que vi ultimamente e, ouso dizer, um dos melhores que vi desde sempre:




Sussuro do Coração (Mimi o Sumaseba/ 1995) conta a história de Shizuku, uma garota do ensino médio que está chegando a um momento crucial de sua vida, o momento em que ela terá de decidir o que irá fazer quando crescer.

Acho que todo mundo sabe como é tenso e complicado chegar no colegial e se sentir perdido, como é o caso dela. Todos a sua volta parecem saber exatamente o que fazer e você lá, com cara de pastel, se perguntando o que vai ser do seu futuro, já que você não tem ideia do que fazer da vida.

É exatamente esse o dilema de nossa protagonista, e durante o filme acompanhamos o esforço dela para descobrir o que ela gosta de fazer e se tem talento e jeito para transformar um hobby em uma profissão.

Além disso, uma outra coisa que me fez amá-la é o fato que ela é uma bookworm. Vive dentro de bibliotecas, lê vários livros ao mesmo tempo, e até traduz poemas de vez em quando (sou tradutora, então a minha empatia por essa personagem é grande!).

A protagonista é, portanto, uma fofa! Nova, perdida na vida, tentando achar o seu caminho no meio das páginas dos livros que tanto lê. Para acrescentar um pouco de romance (e uma pitada de drama) no enredo, Shizuku percebe que a maioria dos livros que leu já foram lidos por uma outra pessoa, um garoto chamado Amasawa Seiji.

Por alguns truques do destino, os dois se conhecem, e chegam a virar amigos antes de ela descobrir quem ele é. Quando descobre, faz um pouco de tempestade de copo d'água, mas a cena rende risos, e a partir daí já dá para imaginar o final.




Resumindo, o filme é lindo, me identifiquei demais com a personagem principal, já que ambas amamos ler e escrever (e que eu era bem perdida na adolescência...ainda sou muito um pouco), e o final, apesar de esperado, é perfeito. Fora a trilha sonora, que é simplesmente fabulosa!


 

Twitter Aleatório

'Bora Falar Comigo